Notícias
O que é molusco contagioso?

O que é molusco contagioso?

O molusco contagioso é uma infecção causada por vírus. Relativamente comum, ela se manifesta através de nódulos na pele, que podem ser facilmente confundidos com verrugas.

Muitas crianças que frequentam creches e piscinas coletivas estão expostas ao perigo desta doença. Entretanto, os adultos também podem adquiri-la caso haja alguma alteração na imunidade. Ela também é uma doença sexualmente transmissível, e seus sintomas podem se manifestar na região genital.

Causas do molusco contagioso

O causador da doença é um vírus da família dos poxvírus, que é um dos maiores tipos identificados. Ele apresenta quatro subtipos, mas temos que prestar atenção sobretudo nos subtipos 1 e 2, já que o primeiro é o mais prevalente e o segundo é o responsável pela transmissão sexual, logo, o mais frequente em adultos.

A principal forma de contágio é o contato direto. O vírus acaba se disseminando através do contato direto com objetos contaminados (roupas, toalhas e até brinquedos) e também por meio de relações sexuais sem proteção.

Pessoas com o sistema imunológico mais fraco e crianças têm mais predisposição a serem infectadas.

Sintomas

Os principais sintomas são as lesões esféricas, de cor rosada e brilhantes e que não são doloridas. Geralmente elas medem em torno de 5 milímetros, mas pode haver maiores. Nem sempre aparecem em grande quantidade.

As pápulas (as lesões) também costumam surgir em forma de linhas, principalmente se o paciente já tiver coçado ou mexido nela. Vale ressaltar que o melhor a fazer é não entrar em contato com a lesão, mesmo com muita coceira e irritação, pois isso pode fazer com que o vírus se espalhe para as demais partes do corpo.

Elas podem se manifestar em diversas partes do corpo, mas nos adultos é comum que sejam observadas nos genitais, parte interna das coxas e abdômen.

Como tratar o molusco contagioso

Quando o paciente é saudável e tem uma produção normal de anticorpos, o molusco contagioso costuma desaparecer sozinho, mesmo que demore meses ou até anos, porém, sem necessidade de tratamento.

Entretanto, é sempre bom procurar um especialista para que o problema seja solucionado de forma rápida. Algumas opções de tratamento são a curetagem, a cauterização química, a crioterapia e algumas medicações tópicas.

Procure sua dermatologista

Ao primeiro sinal de que a saúde da sua pele não vai bem ou quando você notar alguma lesão estranha, procure um especialista. A Dra. Kaliandra Cainelli, dermatologista no Rio de Janeiro, atende na Avenida Rio Branco, 185 – Sala: 403/404 – Centro, Rio de Janeiro. Telefone: (21) 3199-0400. Agende sua consulta!

Deixe um comentário!

2 Comentários

  1. aerison lopes says:

    minha filha apareceu,queria saber oq que fazer.
    desde ja obrigado.

    • Marina says:

      Olá,
      você deve procurar um dermatologista para avaliar o caso.
      Caso queira agendar uma consulta, entre em contato.
      Rua Real Grandeza, 108, Sala 201, Botafogo – Rio de Janeiro.
      Tel: (21) 2286-1692.
      http://bit.ly/KaliandraHome

Comente

Whatsapp